Loading...

Blog

image

Quer realizar um investimento imobiliário econômico?

Para aqueles que buscam comprar um apartamento, um terreno ou uma casa, a hora é de barganhar. No entanto, para quem pensa que essa é uma tarefa fácil, saiba que negociar o preço da unidade pode ser algo bem mais complicado do que parece.

A seguir, conheça algumas dicas que podem facilitar a vida de qualquer investidor que queira fazer um investimento imobiliário econômico e seguro.

A linha tênue entre comprar um imóvel e investir em uma dor de cabeça

Muitas pessoas que não têm conhecimento do mercado imobiliário acabam tornando a compra de um imóvel uma verdadeira dor de cabeça em suas vidas. Não se planejam financeiramente, gastam mais do que precisam e não buscam conhecer, de fato, a propriedade na qual vão investir.

Para evitar que o ato de comprar um imóvel torne-se uma dor de cabeça também na sua vida e seja de fato um investimento imobiliário econômico, busque ser um investidor consciente. E como começar a ser assim? Bom, o primeiro passo é saber pagar por um imóvel pelo preço certo.

É difícil comprar um imóvel: mito ou verdade?

Talvez antigamente essa premissa pudesse ser considerada verdadeira. Os preços dos imóveis realmente estavam muito inacessíveis para grande parte da população brasileira. Não era possível fazer um investimento imobiliário econômico.

Porém, o que vemos hoje, com o fim de grandes eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, é a queda dos preços dos imóveis. E devem diminuir ainda mais, de acordo com especialistas da área.

Além disso, em grande parte dos casos, os valores anunciados em jornais e sites são superestimados. Sabendo disso, você pode muito bem apostar na barganha para ter acesso a um investimento imobiliário econômico.

Que dicas podem ajudar na compra do imóvel com o máximo de rentabilidade?

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que a barganha é uma obrigação. Ao investidor, é recomendável que o desconto comece sendo em pelo menos, 5% do valor do imóvel.

Em muitos casos, os preços anunciados são mais altos que o real valor de mercado. Essa é uma forma do proprietário se preparar para os possíveis pedidos de desconto.

E como, exatamente, se deve pedir um desconto no mercado de imóveis? É só acompanhar as 5 dicas de negociação que separamos para que você encontre um investimento imobiliário econômico.

1. Pesquise o máximo que puder sobre o imóvel

Conhecendo a propriedade que você deseja, poderá encontrar argumentos para fazer um investimento imobiliário econômico. Comece pelas condições do imóvel. Se há necessidade de obras, mesmo que estéticas, mostre ao atual proprietário quais custos você terá.

Conhecer bem a região onde o imóvel está localizado e seus problemas é outro bom argumento. Mesmo que a propriedade tenha uma boa localização e seja um investimento imobiliário econômico, a demanda por unidades na região pode ter caído em função de problemas pontuais ou recorrentes.

Criminalidade, catástrofes da natureza (como enchentes), o perfil de moradores e estabelecimentos comerciais, além de questões estruturais, como falta de iluminação, poucos acessos e trânsito, são algumas justificativas que podem te ajudar a barganhar pelo preço.

As taxas e impostos do condomínio devem igualmente ser pesados na negociação para a compra de um imóvel. Garagens pequenas ou com vagas compartilhadas (que exigem rodízio de saída dos carros), o atendimento dos funcionários e a segurança do prédio podem ser motivos para descontos.

Se você considerar a taxa de condomínio alta frente às condições do prédio e às comodidades que os moradores têm acesso, é mais que um direito seu pedir pela redução do valor de compra da propriedade.

Ah, e não se esqueça de verificar há quanto tempo a propriedade está à venda! Quanto maior o tempo, maior o desconto que pode ser obtido pelo investidor. É claro que você deve sondar por que o imóvel não está sendo vendido.

Talvez possa ser pela falta de divulgação, pelo preço maior que a média ou pelo empreendimento estar em uma região sem apelo para aquele perfil de imóvel.

Geralmente, essas unidades são apartamentos localizados no primeiro andar do prédio (ou com vista para os fundos do empreendimento) e coberturas mais caras, que têm menor demanda por conta dessas características.

2. Conheça a pessoa de quem você vai comprar o imóvel

Conheça o dono da propriedade e tente analisar qual é o seu perfil. Se for uma pessoa que quer usar o valor que adquirir na venda do imóvel para comprar uma nova casa para morar, por exemplo, talvez não aceite muito bem altos pedidos de desconto.

No entanto, se o proprietário do imóvel se tratar de um investidor experiente que possui vários outros empreendimentos imobiliários na sua carteira de ativos, então pode ser que aceite melhor um pedido de desconto da sua parte.

Observe que, nos dois parágrafos anteriores, estamos falando sobre conhecer o real poder de negociação do dono do imóvel. E até onde é possível ir para se conseguir um bom abatimento.

Se o vendedor tem pressa, o desconto é quase que uma consequência direta.

3. Negocie à vista para saber o valor real da compra

Uma das maiores armas durante a negociação é a escolha da forma de pagamento. Pesquisas apontam que quem paga à vista consegue os melhores preços e as melhores condições.

É evidente que pode ser difícil pagar de uma vez só pelo valor total do imóvel, mas se pelo menos a entrada puder ser maior, o poder de negociação também o será.

4. Feche o negócio com o diretor comercial do empreendimento

Não tente buscar descontos com o corretor de imóveis, pois o mesmo irá embutir no valor da propriedade a comissão pela venda. Se puder driblar quaisquer intermediários e ir direto ao ponto com o diretor comercial do empreendimento, maior será o desconto que poderá obter.

Mas lembre-se de que, mesmo na negociação direta, o “jeitinho” tem lá os seus limites. Afinal de contas, o imóvel também é algo muito valioso para quem o vende.

5. Compre através do crowdfunding imobiliário

Também conhecido como “financiamento coletivo de imóveis”, este tipo de investimento imobiliário econômico vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. Ao dividir os custos de um financiamento, você pode conseguir descontos maiores do que se estivesse arcando com tudo sozinho.

Um dos empreendimentos vendidos dessa forma foi uma torre de apartamentos próxima ao prédio da PUC em Porto Alegre. O grupo de investidores que se reuniu para o financiamento coletivo teve a oportunidade de comprar as unidades por 154 mil reais, três meses antes do lançamento oficial.

Quando o estande foi aberto em definitivo, o mesmo apartamento custava 190 mil reais.

Por que vale a pena ter um assessor imobiliário para realizar os seus investimentos?

Um investimento imobiliário econômico pode ser alcançado bem mais facilmente com o apoio de um assessor imobiliário. Por quê?

Primeiro que, com a ajuda desse profissional, é possível reduzir consideravelmente as dores de cabeça com todo o processo burocrático que envolve a aquisição de imóveis no Brasil.

Em segundo lugar, um assessor imobiliário é capaz de intermediar melhor as negociações entre o vendedor e o comprador. Ele possui amplo conhecimento do mercado de imóveis e de como negociar bem no setor.

A experiência do assessor imobiliário pode orientar a busca de propostas condizentes com a sua realidade de investimento.

O assessor economizar tempo de pesquisa ao apresentar as melhores opções de imóveis que se encaixem no seu objetivo financeiro. Além disso, ele poderá orientar sobre todos os trâmites legais do investimento.

E, claro, também vai te ajudar a aumentar o seu capital ao analisar toda a curva de valorização do imóvel.

image
Hipoteca de imóveis: prós e contras

O imóvel hipotecado pode ser uma ótima forma de investimento. No entanto, para se certificar de qu...

Ler mais
image
Como vender seu terreno para uma construtora/incorporadora

Você tem uma propriedade e pensou em negocia-la junto a uma incorporadora? Ideias como estas são f...

Ler mais
image
Fatores que influenciam na valorização do imóvel comercial

Quando existe investimento e manutenção do seu imóvel comercial, é possível valoriza-lo no merc...

Ler mais
image
Como o marketing de conteúdo pode vender um imóvel?

Já parou para perceber que o marketing imobiliário anda de mãos dadas com o marketing de relacion...

Ler mais